/* */ /* */ Jean da Garapeira: Criança que comeu mandioca brava acidentalmente é transferida para o Hospital Regional de Santarém

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Criança que comeu mandioca brava acidentalmente é transferida para o Hospital Regional de Santarém



Por Bruna Jaqueline Nobre, G1 santarém, PA



Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) (Foto: Geovane Brito/G1)



Criança de sete anos de idade que teve sérios problemas de saúde após comer mandioca brava, foi transferida na manhã desta quinta (7) para o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA). Ela estava internada desde o dia 14 de abril no Hospital Municipal de Santarém (HMS), e aguardava vaga no HRBA.


Ao G1, a mãe da menina, Joici Rocha, disse que uma médica já foi avaliar a criança e que aguarda para saber detalhes do tratamento, pois a criança já não fala, não anda e sente muitas dores. "Infelizmente ela não está mais andando, nem falando. Eles [médicos] pediram pra gente comprar um carrinho especial pra ela, mas não temos dinheiro pra isso". Segundo a mãe, o carrinho custa R$ 4 mil.


A criança comeu a mandioca no dia 10 de abril, na comunidade Piraquara, região do Lago Grande, onde mora com sua família. A mãe trouxe a criança para receber os cuidados médicos em Santarém, porém a cada dia o estado de saúde tem se agravado. Segundo o HMS, o médico neurologista diagnosticou uma lesão cortical, o que significa que a criança terá sequelas neurológicas.